terça-feira, 7 de maio de 2013

Suavizando o sentir

 
 
 
 
 

 Quando a intensidade mora dentro da gente é preciso aprender a colocar nossos sentimentos para descansar. É preciso aprender a resgatar a leveza a cada passo dado, a cada gesto lançado.
Tudo o que chega arremata o cora
ção dilacerando tudo rápido e alto demais, fazendo um barulho audível por dias, por isso é preciso aprender a colocar um escudo para que as reveses não atinjam o peito tão profundamente. Nem as flores com seu perfume mais suave encharquem onde toquem e tirem nosso encanto próprio.
É preciso aprender a equilibrar na corda bamba das certezas e abraçar a autoconfiança pra entender os próprios limites. É necessário cuidar do lado onde ninguém pode alcançar, onde só nossos pés alcançam, onde podemos nos debruçar, nos acalmar, chorar e nos curar. Num espaço só nosso, na janela interior deixar arejar os sentimentos pra poder aguçar a sensibilidade e colocar pra dormir a intensidade que só traz angústias desmedidas. E aproveitar o raiar do nosso próprio brilho.
É tentar buscar o que causa leveza, o que engrandece ainda mais a nossa natureza.
Desacelerar os passos, jogar fora os nós e deixar só os laços.

Meire Oliveira

4 comentários:

  1. oi minha querida,

    os meus laços estão sempre bem arrumadinhos,
    e geralmente eles enfeitam meu coração e meus pensamentos,
    e que sejam sempre muito levinhos...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Meire, querida!

    Falas-me de muito perto.
    As palavras me tocam, me emocionam.
    Que poder delicioso a sua escrita. Amo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Meire
    Meiga professora
    Vir aqui é sempre a certeza de encontrar só laços de ternura.
    lindos dias para você.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Acabei de ler na no Recanto e vim aqui conhecer o teu cantinho.
    Tudo muito lindo, emociona ao ler!
    Parabéns. Bj

    ResponderExcluir

Cartas de fora para dentro - carta 2

Quando pequena achava que só se nascia uma vez, mas quando cresci descobri que temos muitas vidas em uma. Que é preciso subtrair o p...