quarta-feira, 25 de julho de 2012

Tradução de sentires

 




Existem mil teorias sobre o amor, sobre ser feliz e sobre como se deve levar a vida. Palavras que o vento traz e que ele mesmo leva, num constante e delicado movimento. Não sei colocar em palavras sentires, mas carrego em mim a teimosia suficiente pra tentar. Algumas palavras têm o poder de abraçar sem braços, algumas até nos fazendo quase sentir o compasso do outro coração junto ao nosso.

Nunca tive a ambição do entendimento, mas me envolvo no sentir que sabe traduzir qualquer linguagem, principalmente a do olhar que dispensa qualquer explicação, apenas eterniza momentos.

Tocar com palavras é entender da magia exata que todos carregamos em nós, uns em doses mais elevadas que brotam em amor ao próximo. 

De dissabores a encantamentos cada escrita traduz pedaços da alma de quem escreve. É isso o que me envolve, me comove, me enlaça e me devolve com uma grandeza maior de mim mesma e de tudo o que me cerca. 

Conjugo o verbo escrever com vários outros juntos: amo, sinto, vejo por isso nasço e renasço em palavras que palpitam em mim.


Meire Oliveira

13 comentários:

  1. Essa pausa lhe fez um bem enorme, precisamos dela às vezes. Voltou renovada no amor, na alegria, na amizade. SEJA MUITO BEM VINDA NOVAMENTE AO MUNDO VIRTUAL, bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Que lindo,Meire!!Tu escreves muito bem,parabéns pelo teu dia!!

    Adorei te ver com a Vivian.Ainda estás lá no RS?

    beijos praianos,chica

    ResponderExcluir
  3. Oi linda Meire,aí que bom poder comentar e te parabenizar por este dia do escritor,você que sabe falar dos bons sentimentos e da vida com um carinho e uma leveza fora do comum.
    Sentir,tudo em mim se resume a esse verbo!
    Dias de luz na tua vida e um abração,=)

    ResponderExcluir
  4. Oi Meirinha!
    Que bom que podemos voltara a trocar figurinhas.rsss
    Senti falta de expressar meu prazer em te ler. Seus sentires são lindos, cheios de bondade e amor no coração. Parabéns mesmo atrasado pelo seu dia.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia,Meire!!!!

    Ah!Minha amiga,tua escrita está carregada de muito "sentir"!!!!
    Tão belo,leve e claro como a água cristalina!!!!
    Beijos,minha amiga!!!Adoro-te!!!!

    *O frio só esperou você ir embora e veio com tudo!!!Não queres voltar para senti-lo?!rs

    ResponderExcluir
  6. Oie Meire, passando para visitar e lhe oferecer um selo de agradecimento e para convidar para conhecer a "mascote" do blog. :)

    http://mundodeisia.blogspot.com.br/2012/07/mundo-de-isia-20.html

    Abraçoss

    ResponderExcluir
  7. Oi florzinha...
    passando para te deixar um beijo estalado na bochecha e aquele abraço!
    :)

    ResponderExcluir
  8. E vc escreve de um modo q nos deixa encantados, Meirezinha!!!
    Tava com saudades daqui!!!
    Ah.. vi agora a sua página no face.. linda e claro q eu já curti!!!
    Bjus, flor!!!

    ResponderExcluir
  9. Menina da escrita de mel, tuas reflexões levam a passeios sensíveis ao melhor de nós mesmos refletidos em tuas letras.
    Lindeza de declaração.Somos as duas, apaixonadas por palavras, Meirizinha.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  10. Meire
    Meiga professora.
    Estava com saudade daqui.
    Da sua delicada e envolvente escrita, tão peculiar.
    Você sempre faz renascer com a sua grande sensibilidade o verbo cheio de adjetivos.

    Um lindo dia para você.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Minha amiga saudades, estive aqui outro dia não me lembro quando mas não consegui comentar, achei que você tinha tirado os comentários, e fico sem poder te falar que beleza de texto, amar é muito simples é só amar, escrever por para fora o sentimento, plantar a boa semente é divino, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  12. Perfeito, adoreiii...bjs e bom fim de semana!!!

    ResponderExcluir

Experienciar para poder conectar

É preciso sentir, é preciso pulsar. É preciso viver, experienciar. A vida implora a necessidade do mergulho em cada processo. Por...