segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Chegou-me a brisa







Chegou-me a brisa com leveza,
Trouxe com ela uma boa sensação,
deu-me um beijo suave na bochecha
e senti que estou em valiosa direção.


Trouxe também folhas verdes de esperança,
Joguei-as para o alto e elas cairam em minha cabeça,
nelas continham olhares meigos como os de uma criança,
captei-as em meu coração para que a alma logo amanheça.


Essa brisa tem a cor de um sorriso breve
traz amor, paz e bem querer,
o que era vento tornou-se brisa leve
posso tocá-la e sentí-la em meu peito permanecer.


No balanço da brisa flutuei, num momento de descuido
minhas asas bateram, alcei voo e pude melhor enxergar
que para tudo nessa vida, nesse mundo
é necessário aprender flutuar na leveza para depois poder voar.


®Meire






Carly Simon - Let The River Run





19 comentários:

  1. Simplesmente lindo e maravilhoso,Meire! um beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. oi meu docinho,

    que suave e leve seu poema,
    lindo,
    me senti flutuar em direção
    ao céu azul,
    por sobre o mar,
    com a brisa a me acariciar também...

    beijinhos
    muitos
    muitos!

    ResponderExcluir
  3. O frescor desses lindos versos há de me abrandar o dia, quiçá a semana. Que lindeza enorme, que suavidade,Meire! Abração e ótima semana.

    ResponderExcluir
  4. Lindo e puro como a alma de uma criança!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia,Meire!!

    Maravilhosa poesia!!!!
    Ah!Minha linda amiga...mande um pouquinho desta brisa pra mim?! Ultimamente...anda difícil...
    Mas não estou reclamando!!Afinal na vida é assim né? Um pouco de tudo...
    Obrigada pelo carinho!!
    *Neste findi foi uma correria...Mas te gosto muito viu?!E não te esqueço!!
    Tudo de bom!!!

    ResponderExcluir
  6. Meu Anjo.
    Deus abençoe sua semana
    sou sempre grata pelo seu carinho.
    No momento quase não estou conseguindo fazer visitas.
    Porém tenho você no meu coração e pensamento.
    Estarei tentando deixar meu carinho também,
    parabenizar pelas postagens lindas que leio na sua postagem.
    Um beijo no coração .
    Já com saudades e muitas.
    Evanir
    Minha princesa lindo poema !!
    Pense naquilo que disse a você escrever um livro sera muitos que escrevera no londo do tempo.
    Eu amo borboletas onde moro é dificil encontrar .
    Caso desejar trazer qualquer borboleta do meu blog fica a vontade para pegar.
    Te amo Te amo.

    ResponderExcluir
  7. Maravihoso, e agora estou escutando uma música de anjo, que essa brisa sopre em todos os lugares,levando a leveza e a harmonia.
    Beijos Meirinha e uma semana cheinha
    de coisas boas pra ti!

    ResponderExcluir
  8. Oi Meire!!!
    E a vida eh assim, cheia de encantos que nem sempre percebemos. Teu poema eh de uma leveza tão grande que deixa tudo mais suave.
    Boa semana pra vc, lindona! bjus

    ResponderExcluir
  9. Meire,como é bom começar a semana com essa brisa fresca!Muito linda sua poesia!Bjs,

    ResponderExcluir
  10. Que leveza minha querida...fui lendo e flutuando nesta doce e suave brisa... ameiii... e que essa brisa leve serenidade e amor pelos corações...beijinhos...que seja maravilhosa sua semana florzinha...
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Meire, meiga amiga
    Sempre flutuando na levesa dos lindos
    versos.

    bjs

    ResponderExcluir
  12. Gosto desse nome Meire, me passa uma meiguice tal qual esse poema.
    Inocência que a faz voar.
    Bravo amiga , cada dia ficas mais linda.
    todos os meus afetos.

    ResponderExcluir
  13. A brisa sempre inspira. Vem com calma e nos permite sentí-la com carinho.
    Sua leveza não impede qualquer voo. É poesia, em todos os sentidos.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Oieee lindona!!
    É na leveza que descobrimos os tesouros...
    Que essa brisa te acompanhe por toda a vida, te trazendo sempre muitas e muitas felicidades...
    Bjsss flor!!

    ResponderExcluir
  15. Que essa leveza permaneça no seu caminhar fazendo-a cada vez mais doce e feliz.
    Meire, amiga, assim como você,minha rotina mudou. E estou fazendo os comentários no período da noite, mas sempre que for possível virei antes, pois jamais me esquecerei das pessoas que me acolheram de braços abertos com afeto e amizade. Bjo grande

    ResponderExcluir
  16. Ei querida!
    Essa prosa poéticaé linda. Adorei! Que a brisa vente muitas vezes no seu rosto!
    Que sua semana seja repleta de alegria!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  17. Olá, Meire. Belo poema! Suave, delicado, encantador. Adorei amiga! Bjokitas master e mega cheia de carinho pra vc. Fadinha! lindos sonhos!!!!

    ResponderExcluir
  18. Meiroquinha..vc sempre meiga né?


    Sua escrita, seus poemas refletem o que vc é!!

    Amei seu poema..levinho como uma brisa.

    Que esta brisa suave te entregue tudo de bom..o amor, a paz a amizade..
    Te entregue o resultado das sementes que vc tem plantado por ai!
    Te leve o meu amor e a minha amizade!
    bjkitas

    ResponderExcluir
  19. Nossa! a brisa já me fez sentir a vida em sua plenitude.
    bjs

    ResponderExcluir

Cartas de fora para dentro - carta 2

Quando pequena achava que só se nascia uma vez, mas quando cresci descobri que temos muitas vidas em uma. Que é preciso subtrair o p...