quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Do que banalizaram







Basta um sorriso, um carinho diferente pra que nos conquistem. É algo maior do que podemos explicar. E por que deveríamos explicar se é muito mais fácil sentir? Vivemos buscando explicação do que na verdade não tem. A cabeça já trabalha o suficiente todos os dias, por que não deixamos o coração fazer um pouco do serviço? Fizeram do "eu te amo" algo clichê, mas não o digo se não sinto por uma pessoa meu coração enternecer. Amor é sentimento puro, é o mais colossal, não podemos deixar que ele torne-se banal. Mas já banalizaram tantas coisas, valores, palavras. Dizer a alguém o quanto o ama e o quanto essa pessoa é importante para nós dizem ser clichê. Então sentir também o é! Pois não ter valor pra mim é você não agir pelo que vai em ti, é agir pensando no que vão achar e sempre acham alguma coisa.  Não vamos parar de sentir, parar de amar as pessoas porque nos acham piegas. Piegas pra mim é quem não sente. E eu sinto muito, mas sinto e sobre isso não minto.




Não me preocupo se às vezes pareço clichê, mas em ser verdadeira em tudo o que digo.







®Meire






Beatles - All You Need is Love


27 comentários:

  1. Podem até desvalorizar as palavras, usando-as fora do contexto, mas não o sentimento.
    É tão bom encontrar pessoas que não temem ser carinhosas, nem demonstrá-lo! Você é assim e isso é adorável.
    (Já coloquei, ok?? você tem razão)

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Meire, minha amiga!
    Que texto maravilhoso!
    É exatamente o que penso, clichê ou não..., se é banal ou não aos olhos dos outros..., de nada interessa,não é mesmo? O importante é o que sentimos e se isso é verdadeiro!

    Amiga, muito obrigada pelas palavras lá, em especial no post do meu paizinho! :)
    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Não gosto da banalização nunca...E não gosto do uso simplesmente falando por falar do eu te amo... Pra mim deve vir do coração , senão,quem diz pode pegar o boné e se mandar,srsr ...

    beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Lindo Meire, mas do jeito que a Marilene falou é verdade, podem banalizar as palavras mas não o sentimento!

    ResponderExcluir
  5. A vida passa e às vezes deixamos de viver em função das pessoas. Impossível agradar a todos. Nada melhor do que nos sentirmos confortável sendo nós mesmos, uma conquista que não acontece da noite para o dia, mas seu valor é grande. Feliz daquele que sabe expressar seus afetos.

    Meire, continue sendo você mesma, sempre! Bjs

    ResponderExcluir
  6. O amo-te, assim como o odeio-te, são palavras muito fortes e assim deveriam permanecer.

    Beijos**

    ResponderExcluir
  7. Verdade, Meire! O amor é um sentimento divino e como tal, merece um tratamento especial de nosso coração!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Intessante assunto que a prosa "poétia" foca. Dizer TE AMO, são duas alavras simples mas importantes. Se são sentidas porque não repeti-las? Um amor compartilhado jamais as considerará vãs.
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Tem toda a razão Meire. Devemos viver de uma forma intensa e profunda, dizer o que realmente sentimos, fazer aquilo que realmente queremos, arriscar, e lutar ate ao fim pela nossa própria felicidade :)
    Sem ter medo de nada, e de ninguém.

    ResponderExcluir
  10. É isso aí amiga querida, chega de banalizar sentimentos, dizer "Eu te amo" só quando isso vem do fundo do coração.
    Também não me preocupo em ser piegas, tem amigos que amo e digo isso á eles, pois é um sentimento que me faz bem.
    Alguns dizem "eu te amo" o tempo todo, mas porque não compreendem a diferença entre amar, gostar ou simpatizar, coisas bem diferentes.
    Amei teu texto, aliás admiro muito tudo que escreve.
    Beijos em teu lindo coração e um dia maravilindo pra ti!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia,Meire!!!

    Lindo,Lindo,Lindo minha querida!!!
    Penso assim também...se não for verdadeiro nem digo nada...
    Mais com o tempo aprendemos que nem todos pensam como nós...O bom é que as máscaras sempre caem...
    Dói para aprender,mas aprendemos...tive muitas decepções...mas aprendi...e ainda aprendo...rsrsr
    Tu nunca é piegas amiga!!!!Falar o que sente é uma VIRTUDE!!!!!
    Te adoro!!Beijos!!!
    **Adoro Beatles!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Meire,vc é muito verdadeira em seus textos,sempre tão claros e cheios de sensibilidade!Eu tb sou considerada careta, a ultima romantica...rss...o que importa é estar em paz com meu coração!Lindo texto poetico! Adorei o video que me enviou!Eu já conhecia,mas adorei rever!Bjs,

    ResponderExcluir
  13. Meire,vc é muito verdadeira em seus textos,sempre tão claros e cheios de sensibilidade!Eu tb sou considerada careta, a ultima romantica...rss...o que importa é estar em paz com meu coração!Lindo texto poetico! Adorei o video que me enviou!Eu já conhecia,mas adorei rever!Bjs,

    ResponderExcluir
  14. Meire querida, eu sou piegas e me orgulho por demais em assim ser.
    Amo, me declaro sempre e se pudesse até gritaria aos quatro cantos do mundo o amor que carrego dentro de mim.
    Amo meus amigos, minha família, meus filhos e tendo oportunidade, ah eu digo, de todo meu coração: EU TE AMO!!!

    Repito contigo:
    "Eu sinto muito, mas sinto e sobre isso não minto"

    AMEI teu texto.

    E lá vamos nós piegar...eita, será que existe esse verbo?
    rsrs

    Beijos, com carinho imenso no teu coração.

    ResponderExcluir
  15. A vida por si só já é clichê.
    Ser sincera com o que sente, já é fazer um novo caminho...

    Abç!

    ResponderExcluir
  16. Tô nem aí se me acham clichê, quando sinto e quero dizer, não tenho medo nem de sentir, nem de dizer!

    Meire é gente de alma linda!

    Girassóis nos seus dias. beijos.

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde, querida amiga Meire.

    Adorei!!

    O "EU TE AMO" é tão profundo e bonito, que quando usado sem sentimento, é mesmo que profanar o DIVINO.

    Ao mesmo tempo, quando o sentimos, é tão bom dizer, que não importa qualquer crítica que possam fazer.

    Eu também não me envergonho dos meus sentimentos. Seria ter vergonha de mim mesma.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  18. Oi Meire querida

    Adorei o texto. E tenho um segredo pra te contar...
    Se amar é brega, eu sou super, hiper, mega, blaster brega...rs


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  19. Olá amiga Meire. Não há nada mais lindo do que dizer "eu te amo". Isso vale para qualquer tipo de amor. E eu te amo, amiga. Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Meire
    Lendo você
    Banho-me na sua ternura
    Mergulho na sua alegria
    Cheia de sorrisos e poesia...

    Faço uma viagem além das páginas
    E sinto nelas sua essência escorrer
    Seu perfume de amor...

    Sua gentileza ilumina meus dias
    Abre a porta da bondade
    Faz-me compreender
    Para viver melhor!

    Você tem um dom que contagia
    E sua vida é essa poesia
    Que adoça nossa alma...

    Pra você um gesto
    Vale mais que mil palavras...

    Basta um pequeno gesto
    Feito de longe e de leve
    Para irmos com você
    Para sempre...

    Seu coração
    É um relicário de gente,
    Gente fascinante
    De almas que brilham
    Porque pra você
    Pessoas são seres humanos especiais

    É assim que lhe enxergo
    Uma poesia inteira
    De puros versos dedicados
    A transmitir amor...

    Por isso sua amizade
    Causa-me alegria e felicidade
    Pelo seu existir!

    ResponderExcluir
  21. Olá amiga querida,
    Banalizar um sentimento tão profundo chega a ser profano.
    É certo que há pessoas que o fazem. Falam que amam maquinalmente, posto que as palavras não saem de seus corações. Admiro muito aqueles que tem facilidade de expressar seus sentimentos com sinceridade. Não há nada de piegas nisso.
    Você é muito espontânea e isto é uma virtude ímpar. Adoro suas manifestações de carinho. Continue exatamente como você é, pois foi assim que conquistou os nossos corações.

    PS. Está tudo bem, querida.
    Estou sem tempo, por ora, para me dedicar ao blog, por isso resolvi
    postar três vezes por semana para ter tempo de retribuir as visitas.
    Afinal não é nada educado receber visitas e não agradecer ou retribuir, concorda?

    Bitokas, com master carinho.

    ResponderExcluir
  22. que texto lindo...verdadeiro...

    esqueça essa palavra "cichê" ela está fora de moda...vc é de "vanguarda"....o resto....ficou no tempo....

    deixo meu carinho...admiração...e um grande beijo....pessoa que eu amo....


    Zil

    ResponderExcluir
  23. Minha bonequinha de porcelana!
    Vc vai lá no meu cantinho e escreve as coisas mais emocionantes e acha que não escreveu nada!Sinto que o amor reina.Eu acredito assim, não é que o amor foi banalizado... é que a violência cresceu tanto que a essência do amor ficou um pouco esquecida. As pessoas se sentem mais a vontade para agredir do que demosntrar o amor que sentem. O que se tornou banal foi a palavra amor, utilizada sem um minímo de sentimento... Eu amo isso, eu amo aquilo... e assim por diante. Amor verdadeiro não é vulgar, amor verdadeiro é demonstrado com doçura ,com sinceridade e também é sentido por pessoas verdadeiras.
    No caso o nosso amor tem crescido de tal forma que ficou lindo,ou melhor está ficando...
    Bjs netinha amada!

    ResponderExcluir
  24. Meiroquinha..toca aqui!!!

    É nóis...!!! rsrs

    Eu digo que amo pq amo.
    Não fico muito tentando imaginar o que as pessoas pensam ao ler o meu EU TE AMO,
    Pq sinceramente é problemas delas.

    Pq muitas pessoas são maldosas.

    Não acho vc cliche.
    Acho vc chique...rs

    e EU TE AMO!!!!!!!!! MUITO MESMO!

    ps. To com saudade da Lena...

    bj

    ResponderExcluir
  25. MEIRE, AMIGA FIEL E ENCORAJADORA.
    AMOR SÃO MUITO MAIS DO QUE PALAVRAS.
    AMOR SÃO ATITUDES.
    E SUAS ATITUDES ME FAZEM BEM...
    SINTO-ME ACEITA NESSA BLOGOSFERA.

    BEIJÃO.
    JAN

    ResponderExcluir
  26. Voce disse bem ,banalizaram!quase tudo Meire!
    cabe a nós fazer valer o sentido verdadeiro.
    O amor é plural e a frase "eu te amo" que antes era só dita em situações muito formais hoje é dita de pai pra filho de filho pra pai , de amigo pra amigo, de irmao pra irmao, talvez nos embarace e pensemos ser puro clichê e pode mesmo ser.
    Mas quando há sentimento é muito bom dizer eu te amo I love you!
    rsrs
    que possamos repetir mais vezes e fazer o amor forte e intenso , sempre!
    Obrigada pelos bons fragmentos de amor que tem nos oferecido.
    abraços

    ResponderExcluir
  27. Meire
    Me lembrei de uma música que fala assim.
    Tô nem aí, tô nem aí.
    Que importa clichê quando a gente diz o que sente?

    Amei o seu texto.
    Só agora pude entrar porque estava com problemas para postagens.

    Beijusssss

    ResponderExcluir

Cartas de fora para dentro - carta 2

Quando pequena achava que só se nascia uma vez, mas quando cresci descobri que temos muitas vidas em uma. Que é preciso subtrair o p...