domingo, 28 de agosto de 2011

Malabarismo







Ela era uma menina que adorava fazer malabares, equilibrava todos os dias três bolinhas na mão, estava indo bem, até pegar mais uma. Tentou manter o equilíbrio, uma quase caiu, mas conseguiu segurá-la. Pegou mais duas, agora sabia que uma hora alguma delas ía cair. E lá se foi uma e outra. Eram muitas, não conseguia equilibrar todas ao mesmo tempo, ia ter que dar mais atenção a algumas e deixar outras de lado.
Quantas vezes na vida não carregamos mais bolinhas do que conseguimos equilibrar? Quantas vezes não deixamos escapulir alguma de nosso controle? E isso não significa que não somos bom no que fazemos, apenas que em dado momento tivemos que dar mais atenção a outra bolinha para que ela não caísse. Assim é a vida, algumas vezes nos comprometemos com mais bolinhas do que conseguimos equilibrar e uma delas pode cair e isso não significa que não demos nosso melhor. 




No meio desse malabarismo, me vejo numa cilada, tenho que tomar cuidado para não pegar muitas  bolas cristalizadas.


®Meire





Lenine - Paciência




22 comentários:

  1. Meire,amiga!
    Muito boa reflexão e as metáforas!
    A vida é um constante arriscar, e nisso nos encontramos num malabarismo, enquanto ela dure, afinal: "quem não arrisca não petisca"!
    Beijinhos e espero que esteja melhor! Qualquer coisa, dá um toque, mesmo que virtual, falo qualquer coisa... sei lá... para te divertir! :)

    ResponderExcluir
  2. O dificil Meiroca é a gente entender que não somos malabaristas ruins pq deixamos uma bola cair.

    Realmente viver é ser malabarista e ser malabarista é saber fazer escolhas néh amiga!

    Tudo tão dificil, mas nem por isso impossivel.

    Como sempre vc fala com aquele lirismo sobre coisas nem sempre tão liricas, faz a vida parecer e ser mais bonita.

    ResponderExcluir
  3. É mesmo Meire, isso é de facto um problema e acontece muitas vezes mas acho que tens razão, não quer dizer que não somos bons, apenas tínhamos bolas a mais. Antes deixar cair algumas do que deixar cair todas =)*

    ResponderExcluir
  4. Dizia o Fernando Pessoa que tudo é ousadia na vida daqueles que a nada se arriscam. Por outro lado, temos que ter a consciência dos nossos limites humanos, nunca deixarmos de sonhar nas alturas nem tampouco perdermos nossa firmeza de pés no chão ao depararmos com a realidade dos nossos atos.
    Muito bom (como sempre), Meire.
    Meu abraço e um ótimo dia.

    ResponderExcluir
  5. Às vezes queremos abraçar o mundo agradando a todos, e muitas vezes acabamos nos desagradando. É importante pensar no outro sem deixar de pensar em nós, mas isso aprendemos com o tempo, com os malabares da vida.

    Domingo lindo pra você......bjo........menina!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia,Meire!!

    Que excelente metáfora querida!!
    O pior é que as vezes nem percebemos que estamos com "bolinhas de mais"...e nos cobramos demais, sempre que perdemos uma...Mas a vida é aprendizagem, e vamos aprendendo!!
    Beijos pra ti!!
    *Que bom que está melhorando!Cuide-se!
    **És meu destaque da semana, tem selo de destaque( é opcional)!
    Usei seu selo comemorativo!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Como dizia Mário quintana: "Ora bolas..."
    A vida é um constante malabarismo, há vezes que temos que jogar com a emoção, outras com a razão, por vezes com a tristeza e a alegria... Contudo, como um malabarista, precisamos equilibrar e segurar firme todas essas bolinhas...
    Adorei!!!!

    ResponderExcluir
  8. Que lindeza de foto é essa!!!!
    Conta tudo .. lora!!! Linda... amei!!!

    Lindinha.. entendo bem essa coisa de equilibrar bolinhas..

    Eu ja ando com uma sacolinha do lado...quando a bolinha cai..ja coloco dentro e sigo em frente..

    Beijo... saudades...

    ResponderExcluir
  9. excelente... temos a ousadia de tentar segurar mais.. isso é bom, mas melhor é saber que quando cai, basta-nos treinar um pouco mais, sem jamais desanimar!!!
    bjsss obrigado pela visita

    ResponderExcluir
  10. Oi menina linda!
    Saudades de andar por aqui...
    mas sempre que dá venho!rsrsrs...

    Bj enorme nesse coração tão doce!

    Te adorooo!

    ResponderExcluir
  11. É minha querida Meire ,
    concordo com tudo isso ai ,
    queremos fazer malabarismo , queremos ser trapezistas , queremos dar o nosso melhor sempre , mas nem sempre conseguimos , por isso que tem o ditado que diz , cada coisa de uma vez.

    Beijos ! bom começo de semana pra você , sem muitos malabarismos rs

    ResponderExcluir
  12. Realmente Meire.. quantas vezes nos vemos assim.. querendo abraçar o mundo :)

    Beijo grande em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  13. Meiroquinha..to com sauaddes..
    vc ja ta bem? ja sarou?
    Beijinho..

    ResponderExcluir
  14. Meire, minha jóia.
    Que lidona é essa no perfil (rsrsrs)?
    Arrasou!
    Há uns bons tempos atrás,num baita
    estresse, fui a um médico e sabe o que ele me disse: "Não tente abraçar o mundo de uma só vez". Nunca me esqueci. Todos temos limites e este limites hão de ser respeitados para o nosso próprio bem e para que não percamos bolinhas importantes.
    Temos que dosar, embora a contragosto, pois não podemos nos manter fazendo malabarismos.
    Beijokas, queridona.
    PS: Entrei no ar hoje, já fazendo malabarismo.

    ResponderExcluir
  15. O 'causo' é que na vida real, uma bola não tem o mesmo peso que a outra, o que torna mais fácil fazermos os malabares ... Equilibramos uma daqui, outra dali, e quando nos damos conta, as que caíram sentiram tanto a nossa ausência e o nosso pouco caso, que as vezes não conseguimos reconquistá-las novamente, e assim vamos deixando de lado e apenas levamos as bolinhas que se tornam mais leves...o que não faz das mais pesadinhas o valor/importância tanto quanto ou maior que as outras. O segredo é saber pesar cada uma delas... e saber ainda quando é hora de deixar cada uma delas cair...

    Flor Lilas, repara não! meio melancólica hj...(tpm)

    rs

    bjs meus

    ResponderExcluir
  16. Meire amada, linda... Você me fez chorar... Sou assim... Sofro, me cobro mas faço tudo o melhor que poço!! Lindo!!
    Bjs e uma semana de luz pra ti!!

    ResponderExcluir
  17. Sweet Lourinha
    Antes de mais nada, não posso deixar de falar dessa menina maravilhosa da foto! Amei. Linda, você!!! :) Risonha, alegre, feliz como vc é e inspira pra todos que te amam.
    Meiroca, eu já num dô conta de ser malabarista mais não. As bolinhas caem pela minha cabeça, pelo corpo, se esparramam pelo chão igual àquelas batatinhas... Sabe, eu estou numa fase que quero ser o malabar que é jogado pro alto e que é bem seguro pelo malabarista na hora de fazer a troca. A minha hora agora é de colo. Graças ao meu bom Deus, my family, você, minha Pirilim, e meus amigos têm me dado esse aconchego. Lindo seu texto, amore. Bjktas adocicadas e amadeiradas pra minha lourinha mais friend, sister and daughter desse mundo! Te amo!

    ResponderExcluir
  18. Olá, fadinha querida, está lindinha lourinha. O texto nos mostra que a vida é um eterno malabares e temos que ter cuidado com as bolinhas sim. Adorei menina! Bjokitas master com muito carinho e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  19. Fadinha mesmo,está um xuxuzinho loirinha!Sempre inspirada,deixando o fluir das palavras e pelo jeito te chegam numa velocidade do vento.Que os bos ventos sempre te visitem para encantar e sensibilizar nossas vidas.Você é muito querida,sinto sua falta qdo não consegue me visitar virtualmente ,sempre motivando nossa caminhada pelo bem!Abraço de luz e aconchego fortalecedor para ti!

    ResponderExcluir
  20. Meire, como é bom passar por aqui!
    Adoro metáforas! Essas suas caíram (ou equilibraram-se) como uma luva!

    Boa semana pra ti, querida!
    Beijinhos descolados!

    ResponderExcluir
  21. Menina!...Às vezes, nessa vida, já tive tantas "bolinhas", que precisei até de outras mãos para me ajudarem a equilibrá-las!...
    O bom, é que as mesmas mãos que um dia eu havia socorrido, vieram em meu socorro...

    É assim a vida...
    Tão certa como um dia após o outro!...

    Fique com Deus.

    Jinhos meus,

    Cid@

    ResponderExcluir
  22. Oi Meire!
    Como você está diferente nesta foto!Arrasou!

    Belo e reflexivo texto! O pior é que nem sempre percebemos quando estamos carregadas de tantas bolinhas e nem sempre também estamos preparadas para as consequências da falta de equilíbrio de uma delas. No final saímos penalizadas.rss
    Bela metáfora!

    Beijinhos e uma bela semana!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...