terça-feira, 16 de agosto de 2011

Doce lucidez





Todos querem a paciência zen, aquela de fechar os olhos, contar até dez e esquecer as palavras rudes que ia dizer. Se petrificar no silêncio quando preciso, pensar antes de agir, falar ou gritar. Lembrar de que as pessoas são feitas do mesmo material que você, se machucam e se ferem, umas com mais intensidade outras com menos. Continuar olhando somente para seu espelho ao invés de jogar água no chão e na poça poder enxergar todos que passam por ti  e esquecer que não é a única flor nesse imenso jardim da vida, que é preciso aprender a lidar com os seres que te rodeiam, só vai te fazer ficar cada vez mais sozinho, sem alma boa para te alegrar a vida. De uma maneira que jamais saberá o significado das palavras união, amizade, altruísmo. Acalme a voz que grita por socorro dentro de ti, ela só quer ouvir palavras de consolo. Deixe seu coração amar e ser amado. Deixe a vida te levar às raias da loucura, loucura esta que só te trará uma doce lucidez. A linha do afeto não vai te enforcar, só confortar. Não tenha medo de conviver, mas sim de não viver.






®Meire




A Banda Mais Bonita da Cidade-Boa Pessoa


27 comentários:

  1. Adorei isto menina, sim sempre devemos tentar de coração aberto, sempre viver e não apenas passar pela vida, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  2. oi minha flor,

    viver verdadeira e intensamente,
    fazer de cada momento,mágico,
    aproveitar as pessoas e o que de bom elas nos oferecem,
    e o resultado?
    é ser feliz...

    muitos beijinhos,
    meire bem docinhos

    ResponderExcluir
  3. É sim tudo verdade! As vezes entramos na caverna, não queremos ouvir, nem ver, nem opiniões...é momento de decisões ou uma terrível depressão. Já passei meses assim, ver alguém até me arrepiava, achava falsidade por onde olhava, o mundo não podia me entender...mas somente por um tempo precisei de ficar assim e foi onde descobri mais de mim, passei a me amar, tomei decisões, renovei planos e sonhos e depois passei a conviver novamente mas somente com os escolhidos. Fiz uma reciclagem de amigos e não me arrependi. Bjim lindo para ti.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia,Meire!!

    É uma grande verdade!!É preciso viver intensamente, aprender todos os dias a conviver bem com as pessoas, é preciso amar, se doar!!
    E lembrar que as vezes cometemos erros, e o melhor é ser admitir e pedir desculpas!!
    Beijos querida!!!
    Tenha um lindo dia!!!
    *Por aqui temos SOl!!

    ResponderExcluir
  5. Amei Meiroca, já tava com saudades da tua doce lucides, conviver até impõe limites, afinal temos que pensar em alguém além de nós, ponderar as necessidades, virtudes e falhas dos outroas, mas também nos liberta... A Biblia já diz a milhares de anos: "Não é bom que o homem esteja só"

    Enfim, amei o post!

    ResponderExcluir
  6. Meire,obrigado pelo carinho! Falta pessoas como vc!!

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que lindo Meire!
    "A linha do afeto não vai te enforcar, só confortar." Achei esse trecho fantástico, pois muitas vezes o medo de conviver plenamente nos barra, nos paralisa, não nos deixando nos entregar.
    Bjus, linda, é sempre maravilhoso vir aqui no seu cantinho.

    ResponderExcluir
  8. Que texto MARAVILHOSO!!!
    Concordo com cada palavra digitada, muito sabedoria neste texto!!!
    ADOREI!!!!

    "...A linha do afeto não vai te enforcar, só confortar. Não tenha medo de conviver, mas sim de não viver."

    Beijinhos Iluminados!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde minha bonequinha de porcelana!
    Assim como vc se preocupou quando me ausente,agora sou eu que estou preoculpada com vc...não te vi ontem,nem hj.estou doente de saudades...vc é minha bonequinha e eu não quero que vc se quebre nunca...tenho que zelar sempre...
    Meu beijo cheio de carinho e amosr or vc!

    ResponderExcluir
  10. Oi Meire...

    é...um texto diferente...eu diria que é um puxão de orelha...tem alguém distraido...as minhas orelhas eu lhe dou licença pra puxar...e até agradeço...

    grande beijo....fique bem....

    meu carinho pessoa querida...

    Zil

    ResponderExcluir
  11. Por vezes nos esquecemos mesmo que as pessoas são feitas "do mesmo material que a gente"...
    Então, se usarmos sempre aquele princípio: - "Não faça com o outro, o que não gostaria que fizessem com você", já vai ser, pelo menos, meio caminho andado para se viver bem e em harmonia.

    Não vale ficar da janela olhando a vida passar. Temos que mergulhar fundo, pois é mil vezes melhor sentirmos remorsos por algo que fizemos, do que por alguma coisa que poderíamos ter feito e agora "ja era", pois o momento já se foi.

    PAZ & LUZ pra você, menina que escreve tão bonito e com tanta maturidade.

    Beijo :)

    Cid@

    ResponderExcluir
  12. Melhor até tirar qualquer linha porventura existente, se pode se transformar em barreira. Com medo de tropeçar nela podemos nos encolher, nos esconder, quando a vida está a nos oferecer tantas coisas.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Meire,
    teu bom senso é admirável. Morri de rir da imagem do post.
    quero que sua terça seja de muita paz!

    ResponderExcluir
  14. Oiii...'Não tenha medo de conviver, mas sim de não viver'- somente essa frase já diz td!!Mais sabe,existe épocas em nossas vidas q queremos msm ficar sz...sem conviver...as vezes a convivência c determinadas pessoas nos causa dor!!!bjks e boa semana

    ResponderExcluir
  15. Oi Meire!
    A vida é mesmo um palco onde estamos protagonizando bons e maus momentos, não podemos é passar a coadjuvantes. É preciso viver, sem medo de ser feliz! Aproveitar cada dia qe Deus nos dá!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  16. Oi Meire querida

    Adorei o post... Contar até 10 e saber que os outros tem os mesmos sentimentos que a gente é extremamente necessário...

    Obrigada pelas palavras doces que deixou em meu blog.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  17. Meire, sua graça de pessoa!
    Gosto demais da maneira que escreves, acho que te falei, não?! Hehe. De uma maneira simples deixa claro sentimentos que temos e passamos dias na busca de compreende-los..

    Com carinho, mil beijinhos em ti!
    PAPAI te cuide!

    ResponderExcluir
  18. Meire, minha querida, quanta saudade de seu blogue, conseguinte, de você (!). Mas, é só passar por aqui que tudo fica em seu devido lugar, em meu coração literário apaixonado por seus escritos. Vivamos a vida sem medo!

    Adorei o texto; abração.

    ResponderExcluir
  19. Meire que lindo!Lucidez, esta não te falta.Para escrever tão lindamente sobre a vida exige no mínimo lucidez."Não tenha medo de conviver, mas sim de não viver." Gostei!O sentido da vida está em compartilhar.Bom dia minha poetisa, que seja de muita luz e de grandes voos.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  20. Meiroquinha...

    Adorei esta ultima frase..não tenha medo de conviver e sim de não viver..

    Mais pura verdade.

    Sem emoção não tem tesão..

    As vezes um cobntratempo até que faz bem pra gente treinar a paciencia e a resignação..

    Temos muitas lições a aprender nessa nossa vida..

    As pessoas dificeis são a que mais nos ensinam..

    Um beijinho minha amiga da meia noite..rs

    Ti amo muitão..

    ResponderExcluir
  21. Meire, querida.
    Lucidez não lhe falta, não é verdade?
    As palavras do texto demonstram isso.
    Aprender a lidar com aqueles que nos rodeiam é uma atitude de humanidade e caridade. Cada um tem seu jeito próprio e peculiar de ser. Respeitar as diferenças e procurar conviver com elas somente tende a fazer crescer os vários tipos de relacionamentos.
    "Deixe seu coração amar e ser amado".
    Vamos viver e conviver com entusiasmo e compreensão.
    Beijokitas, amiguita.

    ResponderExcluir
  22. ola,

    " e preciso saver viver, como canta O REI ROBERTO CARLOS.

    Vivir por lo mejor tenemos que siempre intentar

    abraços

    ResponderExcluir
  23. Oi Meire, hj consegui entrar como seguidora com meus 2 perfis, aproveitando que apaeceu um pouquinho o gadget, mas não sei por quanto tempo rsss
    Mais um texto reflexivo, adorei!
    Passando rapidinho pra te desejar boa noite.
    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  24. Não tem como fazer com que voltem as palavras que arremessamos contra os outros com brutalidade, por isso é tão necessário e importante pensar antes de falar.

    Palavras machucam, sim.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  25. O cuidado com o outro é quase um cuidado conosco pois não imagino alguém viver ferindo e viver feliz, no mínimo essa pessoa será lotada da energia ruim que espalhou, só que não sabe disto, não percebe de onde estão vindo as suas mazelas e continua a maltratar.

    Um beijo enorme, Meire!

    ResponderExcluir
  26. Meiroca, amore de minha vida
    Sem saber, você fez mais um gol de placa. Tudo, mas absolutamente tudo o que vc disse nesse lúcido texto,encaixou nas minhas doídas circunstâncias atuais. Pessoas más que te querem jogar pra baixo, sempre te rodeando pra tentar torná-la infeliz.Mas, você tem razão... Vou deixar a vida me levar às raias da loucura, loucura esta que TEM que me trazer uma doce lucidez.
    Hoje estou desinspirada, se é que existe isso. Estou dodói, com muita gripe, febre e dor de cabeça...
    Estou à espera da "paciência zen, aquela de fechar os olhos, contar até dez e esquecer as palavras rudes que ia dizer".
    Amanhã, ou amanhãs, serão outros dias... Tenho fé em Deus!!!
    Beijos floridos em seu doce coração, Pirilimpimpim!!!

    ResponderExcluir
  27. Sempre encontro muito afeto por aqui.....

    Meire na postagem de 16/08 recebi a blogueira Mafalda S em entrevista, se puder passe por lá para conhecer seu testemunho! bjs SWandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir

Cartas de fora para dentro - carta 2

Quando pequena achava que só se nascia uma vez, mas quando cresci descobri que temos muitas vidas em uma. Que é preciso subtrair o p...