sábado, 11 de junho de 2011

Meu livro da vida



 No livro da vida eu escolho a cor da tinta, pode ser branca, azul ou lilás. O importante é ser bonita. E essa tarefa é só minha. Há páginas que não podem apenas serem riscadas, pois elas machucam,  devem ser rasgadas ou até queimadas, para que desapareçam, ao menos aparentemente. Por descuido, deixo cair no meio de alguma página lágrimas que caem sem que eu perceba, nessas horas tenho que procurar um sol bem quentinho para aquecê-las e secar todas as lágrimas. Há dias em que aparece uma ou outra pessoa tentando pegar minha caneta, eu quase deixo, mas pensando bem o livro é meu, lembra?  Tem gente que chega me trazendo uns corações para colar com umas palavras doces, tão doces que chego a quase sentir o gosto delas. Há outras pessoas que quando escrevo sobre elas no meu livro viram pequenas borboletas que das asas saem brilhos que trazem tanto encanto a meus olhos que chego a chorar de alegria! Quantas e quantas vezes tenho que reler as páginas, quase amareladas que ficaram para trás e rememorar palavras que fazem o coração saltitar e outras que o fazem sangrar. Ainda tem tantas páginas em branco, fico pensando todos os dias como preenchê-las, se preencho com palavras erradas, posso voltar e apagar, sei que as páginas não serão mais as mesmas, mas faço meu melhor. E assim continuo cada dia pintando um coração verde esperança em cada página para que as palavras possam florir mais belas.


®Meire

Natasha Bedingfield - Unwritten


27 comentários:

  1. É seu o livro e deve preenchê-lo com tudo aquilo que o momento inspirar. Pode ser com caneta mesmo, não há necessidade de apagar. O que passa deixa lembranças e marcas, borrões, rabiscos ainda que indeléveis, mas foram momentos vividos que não podem ser esquecidos.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Meire querida,
    Belo texto. Você sempre escreve com a alma.
    Por coincidência, hoje li alguma coisa a respeito de páginas do livro da vida que devem ser mesmo rasgadas e destruídas.
    Rever acontecimentos felizes é sempre um bálsamo. Os que fazem nosso coração sangrar devem ser deletados. Guarde apenas o proveito que dele foi extraído.
    Não se preocupe com as páginas em branco. Elas serão paulatinamente preenchidas ao longo da vida.
    Beijo grande (estive ausente por falta de energia elétrica decorrente de uma grande tempestade em BH).

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. querida,
    a vida vem e nos surpreende..
    o tempo nos mostra caminhos..
    perfeito teu escrito..
    obrigada pelo carinho!
    beijos perfumados sempre..

    ResponderExcluir
  5. Meire,Minha Flor
    se teu coração flori,as palavras irão florir também,é questão de nos permitirmos :)
    Me senti em uma eterna primavera lendo teu texto! Lindo lindo viu?
    Um beijo enorme e um fim de semana todo floridinho pra ti!rs

    ResponderExcluir
  6. Que livro lindo o da sua vida, Meire!

    Que o cuidado na escrita sempre permaneça deixando registrado uma linda história com cores vibrantes

    mil beijos!

    ResponderExcluir
  7. Meire, que coisa maravilhosa é termos o nosso próprio livro da vida , né? Que bom que podemos escolher tudo o que desejamos escrever!

    Eu desejo que o seu livro seja sempre colorido e cheio de palavras doces que te tragam alegria!

    beijinhos descolados!

    ResponderExcluir
  8. Que bonito :)
    O livro é seu, a caneta é sua, as cores são as que você quiser. Muitos tentam, mas é você que decide. E boa sorte ;)

    bonito blogue :D

    ResponderExcluir
  9. É Meire.. a cada dia vamos escrevendo nosso livro.. e nada melhor do que colocarmos lindas cores e fazermos dele a nossa melhor obra de arte!

    Um beijo imenso em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  10. Meire, que doce!!!

    Lindo texto!

    a vida é mesmo da cor que pintamos...embora borrões, erros e rabiscos façam parte desse livro, Deus, todos os dias nos dá a oportunidade de virar a página e começar denovo.
    Que suas cores sejam vibrantes, que suas páginas sejam limpas, que o teu escrever ainda que algumas vezes seja por linhas tortas, vc encontre e caminho certo, aquele, que só vc sabe, e que poderá te fazer feliz!
    E que o verde esperança floresça sempre em teu coração!


    Um beijo, riqueza de menina!
    Grande Beijo!!

    ResponderExcluir
  11. Querida Amiga..
    Um feliz final de semana para você
    Sendo amanhã Dia Dos Namorados
    já estou desde hoje nas visitas e oferecendo
    se for de seu agrado o mimo dos namorados esta na postagem.
    Sinto muito estar levando colinha.
    Estou com tendinite espero ficar bem logo.
    Pois,, caso não ficar terei que levar cola ou
    deixar de visitar até ficar bem ..
    Um lindo Domingo beijos no coração,,Evanir.

    ResponderExcluir
  12. Sempre lindíssimos seus textos Meire e inspiradores!! Adoro passar por aqui!! ÓTIMO dia dos namorados p vc =D

    ResponderExcluir
  13. Adoro suas reflexões; O livro da vida nos pertence, cabe a cada um de nós escreve-lo da forma que queremos. bom fim de semana. bjos

    ResponderExcluir
  14. Lindíssimos seus textos!
    Beijinhos, e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  15. Ahhh compotinha, eu nem precisava folhear esse livro, só a capa já me diz tudinho!!!! :)

    Autor bao a gente tem faro por eles, mas infelizmente eles estao ali só pra ser o autor dos escritos, então vez ou outra os livros sao mal tratados, mas por pouco tempo, nao vê agora já tem até o tal do sebo que cuida com todo carinho do que já tá meio surradinho, mas com um valor inestimável?

    Eu tô amando sua fase autoral, afe!
    O meu coracao blogueiro já tá foi impresso nas páginas desse livro, assim como o seu no meu.

    Ahhhh você nem disse se achou bonitinho o meu boteco novo :<

    Também senti sua fala cedinho hoje visse.

    ResponderExcluir
  16. Meire, minha amiga. A nossa vida é escrita por nós. Depende unicamente de nós o tom, a cor, as palavras que vamos depositar no nosso livro. Que sejam sempre as mais belas possíveis. Beijos e obrigada sempre por sua amizade.

    ResponderExcluir
  17. Minha Flor Lilás...
    Texto bem elaborado que nos transporta para o 'quase' juizo final , com seu livro da vida e tal... muito legal mesmo... Sabe que quanto mais me aprofundo na leitura mais me conformo que sei escrever menos... aff , mas vou me dedicar mais...

    bjsss

    Catita

    ResponderExcluir
  18. Quanta delicadeza com as palavras, Meire.

    Parabéns!

    Fiquei encantado em ler uma página desse livro, pois ela não continha tão somente letras, mas uma aquarela que coloriu meus olhos.

    Abç com carinho e uma boa noite de sábado!

    ResponderExcluir
  19. Oi Meirinha.. vc é tão meiga, que imagino como seria o livro escrto por vc..cheio de florzinhas..coraçõezinhos, passarinhso.. todos bem coloridos..
    E se alguma lagrima caisse, e se deixasse seu caderno com uma pequena macha, tenho certeza que vc o contornaria e faria dele um lago..colocando muitos peixinhos tipo
    "nemo" bem coloridinhos..
    Sabe pq?
    Pq vc é colorida , vc é multicor,
    vc é translucida..e passa tudo isso as pessoas que de alguma forma fazem parte do seu meio. Eu me considero uma delas.
    Um beijo..floriznha!!
    Ma

    ResponderExcluir
  20. Oi Meire,

    o maior barato da estrada que pavimentamos quando montamos um blog,é isto conhecer pessoas,entender de gente e curtir novas idéias,novos ângulos,trocar figurinhas e principalmente crescer,evoluir.Por que só conseguimos realmente evoluir quando olhamos ao redor e estamos aberto de coração. Talvez aí se encontre esta corrente do bem que chamamos de blog e atravessa fronteiras e nos tira do nosso mundinho particular,do nosso umbigo e enxergamos os demais.

    Também gostei muito daqui.Vou voltar pra conversarmos mais com certeza.

    Sobre as páginas da vida,acredito que durante um bom tempo, não temos um horizonte de compreensão e a total percepção do nosso poder na escrita das nossas linhas/destinos.Até que vem o amadurecimento imposto ou natural e nos dá a real noção do que podemos fazer das nossas vidas e ações. São as tais escolhas e aí entra o que falei sobre meta e objetivos:podemos ser nossos melhores amigos ou nossos piores inimigos. O importante é estar atenta a vida!!!

    bjos meus

    ResponderExcluir
  21. Oi Meire,

    o maior barato da estrada que pavimentamos quando montamos um blog,é isto conhecer pessoas,entender de gente e curtir novas idéias,novos ângulos,trocar figurinhas e principalmente crescer,evoluir.Por que só conseguimos realmente evoluir quando olhamos ao redor e estamos aberto de coração. Talvez aí se encontre esta corrente do bem que chamamos de blog e atravessa fronteiras e nos tira do nosso mundinho particular,do nosso umbigo e enxergamos os demais.

    Também gostei muito daqui.Vou voltar pra conversarmos mais com certeza.

    Sobre as páginas da vida,acredito que durante um bom tempo, não temos um horizonte de compreensão e a total percepção do nosso poder na escrita das nossas linhas/destinos.Até que vem o amadurecimento imposto ou natural e nos dá a real noção do que podemos fazer das nossas vidas e ações. São as tais escolhas e aí entra o que falei sobre meta e objetivos:podemos ser nossos melhores amigos ou nossos piores inimigos. O importante é estar atenta a vida!!!

    bjos meus

    ResponderExcluir
  22. ♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...
    Toda palavra de amor é luz, então vim trazer-te pra o dia dos namorados um pequeno brilho pra semear no teu coração, meu carinho amigo.

    ♥...FELICIDADES PRESENTES E SONHADAS.

    Eu cantarei de amor tão docemente, por uns termos em si tão concertados, que dois mil acidentes namorados faça sentir ao peito que não sente.
    Luís De Camões
    ♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...♥...

    ResponderExcluir
  23. Lindo Meire,

    Sua escrita é a expressão de seus sentimentos.
    Realmente as paginas do livro da vida, amarelam e ficam amarrotadas.
    E a beleza disso é o registro do que foi vivido.

    Um beijinho:)

    ResponderExcluir
  24. Ah, nao fa do Elvis também? Dá a mao, vamos juntas pra Graceland!!!!! rs

    O quê? Também gosta de camafeu? Qué isso, isso é plágio! rsss
    Tinham mais fotos de camafeus lá naquele post, aliás, eram várias, só deixei uma porque fiz uma limpezona essa semana no blog. Eu gosto de foto grandona, e elas pesam demais, nao precisa esse exagero. (mas eu sou exagerada!)

    Macabéa também? Ahhh Meiroca, que coisarada em comum, eu hein.

    Cê viu minha roupa de casamento? Hehehe, tadinha de mim, bem simprim, mas lembro fiz um álbum pra minha mae, e depois soube ela chorou quando viu... pra você ver, amiga, simplicidade também faz chorar hehe

    Acorda aí moler, já tá na hora de tomar café!! :))

    ResponderExcluir
  25. "Lutar com palavras
    é a luta mais vã.
    São muitas eu pouco (...)"

    Esse fragmento do poema chamado "A luta", de Carlos Drummond de Andrade, traduz muito bem o que senti ao ler esse texto. Mas como diria Mário Quintana: "quando há uma página em branco espere passar uma formiguinha, então já estará pronto o poema da vida".
    As imagens que tu me provocaste estão, ainda, me transportando em um embevecimento quase sem controle, meu espírito não deixa o corpo agir... Obrigado por isso, gosto da ressaca provocada por um bom condutor imagético, em uma boa produção textual! Abraço!!!

    ResponderExcluir
  26. Adorei o post. Espero que o meu outro eu, na realidade alternativa de minha vida esteja neste livro. Prazer Albertina! ^^

    ResponderExcluir
  27. Meire,
    Que profusão de textos lindo, já deixou Ana Jácomo nO chulé.
    My little girl, vc se superA a cada dia, escrevendo textos lindos embalados de amor, com coerência, leveza, e muita sutileza. Amo seus textos. Já virou vício.
    Quero ser o coração colado cheio de palavras doces e de vez em quando essas borboletas coloridas que pousam nas páginas desse seu maravilhoso livro da vida.
    Te amo, minha linda princesa. Que sua semana seja iluminada por esse sol lindo que habita seu coração e sua alma.
    Bjkas com super hiper carinho!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...