quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

I'm gonna be



                      A dor do ser humano talvez seja esta: a de ser quem é. Aceitar que desde que se nasce você está sendo. Que você é um coração pulsando no mundo, nesse Universo tão vasto e complexo. Complexo como nossa cabeça, como nosso humor. Porque  talvez devessemos nascer sabendo. Nascer sabendo sentir dor, sentir amor e prazer. Saber que a dor deve ser sentida até um último grãozinho, não se deve ignorar a dor. E muito menos os prazeres, as alegrias, devem ser vividas intensamente. Enxergar alegria e dor não só nas coisas, mas nas pessoas também. Aceitar que cada um tem seu jeito e que muitas vezes não se dá para aceitar. Então não insista! Talvez este seja o "ser" que todos tanto falam, talvez seja.

Cartas de fora para dentro - carta 2

Quando pequena achava que só se nascia uma vez, mas quando cresci descobri que temos muitas vidas em uma. Que é preciso subtrair o p...