segunda-feira, 17 de maio de 2010

Não ao conformismo!


                                                                                           
Realmente para mim é difícil conviver com certas coisas. E um tipo delas é com pessoas conformadas com a dor, com o sofrimento. Há pessoas que simplesmente se acomodam com a situação de dor que o coração dela está; que grudam na tristeza e não largam mais dela. Tristeza é um vício! FATO. Me dói ver pessoas que ficam presas ao passado, não tentam de alguma maneira mudar o rumo da vida. Se todas as pessoas fossem assim ninguém mais iria sorrir na face da Terra. Afinal sei que todos nós temos motivos para chorar ou ficarmos tristes por problemas pessoais, mas se fixarmos a cabeça nos problemas jamais sorriremos ao longo do dia ou da vida. Ao mesmo tempo que me revolta ver pessoas que são vítimas ou que se fazem delas penso por outro lado que cada pessoa tem o seu tempo. E o tempo de cada pessoa é diferente. Eu posso demorar apenas um mês para digerir algum problema que outra pessoa demoraria um ano para digerir. É extramamente relativo, mas querer se ajudar ao invés de ficar preso ao passado é o primeiro passo.  E é incrível não adianta ninguém de fora falar, tentar ajudar, só recebe ajuda quem quer ser ajudado. Como é bom ver a vida de uma maneira positiva, saber que cada dia eu recomeço, saber que posso sorrir porque quero, porque o passado está lá atrás e o futuro logo alí na palma da minha mão!

"Já que não tenho o dom de modificar uma pessoa, modificar vou aquilo que eu posso: o jeito de olhar para ela." Fernando Pessoa

4 comentários:

  1. Oii! Obrigada pela visita lá no meu Era uma vez... Já estou te seguindo também!
    Adorei seu blog! E sobre o post...
    Acho que o segredo da felicidade é procurar mudar sempre, estar em uma eterna melhoria... "Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante"...
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi, adorei o post, eu não gosto de viver do passado na tristeza, acho que o segredo de uma vida longa e ser feliz!
    Amei o blog, estou seguindo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto!!!

    beiijo querida
    *.*

    ResponderExcluir

Cartas de fora para dentro - carta 2

Quando pequena achava que só se nascia uma vez, mas quando cresci descobri que temos muitas vidas em uma. Que é preciso subtrair o p...