quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Altru ou Ego ísmo?

                      O círculo da vida é incompreensível. As pessoas então nem se fala. Se eu quiser sair gritando na rua, não irão me entender. Não irão entender que saudade dói, todos me rotularam de louca. O ser humano, àqueles que são seres humanos, porque há àqueles que nem podemos chamar HUMANOS, pois não merecem este título, até tenta compreender seu próximo. Uns com mais esforço e outros com menos. A solução de colocar no lugar do outro nem sempre é solução. Pois cada ser humano (ou não) carrega dentro de si uma capacidade e sua própria experiência de vida que pode ajudar ou atrapalhar nessa tarefa de puro altruísmo. Tarefa essa, que só pode ser cumprida com louvor se a pessoa no caso tiver boa vontade e até uma carga de vida "legal". Do contrário o significado, se tiver, dessa tentativa pode não ser lá grandes coisas. E talvez seja mais difícil entender o próximo quando não entende sequer a si mesmo. O auto conhecimento é fundamental para manter boas relações e quizá até uma vida saudável.
                      O amor é essencial nesse caso de colocar-se no lugar do outro. Pois quando se ama, você quer entender, mesmo que não consiga, você tenta da melhor maneira possível, de várias até.
                      E fica então uma frase da Clarice que relata bem isso tudo: 


"Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...